sábado, 9 de novembro de 2013


Uma das coisas que mais pena me dá é ver algumas coisas que marcaram gerações ou fases tão familares de vidas, desaparecerem por completo. Uma delas é já ninguém ouvir discos de vinil. Nenhuma casa ter um gira-discos arrecadado a um canto de sala que servisse de café soturno num dia triste ou de palco de uma dança em dias felizes. No dia em que comprar um gira-discos, não sairei da fnac sem estes:




E também não sairei da fnac com os mesmos setenta euros com que terei entrado.






6 comentários:

Emma disse...

Tenho tanta pena que a minha aparelhagem que tinha vinil se tenha avariado. Adorava ter um! Talvez compre quando tiver a minha casa :)

Luna disse...

Eu tenho um gira-discos,quer dizer,o meu pai tem,e tem montes de discos,desde clássicos a Michael Jackson :)

marta. disse...

Ah, nostalgia... :)

Rita disse...

Adorei o teu blog querida. Vou seguir como é óbvio :D Uma das muitas coisas que desapareceu foi o gira-discos. e os cds vão pelo mesmo caminho. Assim como os dvd's e os livros. A tecnologia pode ser boa em muitos aspectos mas de certa forma acaba por tirar a piada às coisas verdadeiras.
R:Obrigado:D eu costumo fazer aqueles fios,pulseiras,brincos etc para vender. Em breve terei o meu site a 100%:D

Aricia disse...

É muito difícil encontrar um gira-discos e seus respectivos discos de vinil.

Lady Ana Ricci disse...

Eu tenho um que foi restaurado há pouco tempo, mas infelizmente os únicos discos que tenho que gosto são Abba e Barbra Straisand :(